segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Sapo-corredor (Bufo calamita)


Este sapo e os outros anfibios publicados anteriormente, foram fotografados no mesmo cenário, depois de colaborar com os fotografos, foram devolvidos à natureza, um obrigado a eles :-)

Sapinho-de-verugas-verdes (Pelodytes punctatus)


Salamandra-de-costelas-salientes (Pleurodeles waltl)


Teia

Estas teias pela manhã dão sempre umas fotos giras.

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Peneireiro-cinzento (Elanus caeruleus)


Consegui esta foto dentro de um carro em andamento, estava muito perto da berma esta ave, se parassemos o carro não ia conseguir estas fotos, foi numa expedição fotográfica da Relevos, com a companhia do meu amigo Armindo Alves.

Peneireiro-vulgar (Falco tinnunculus)


Um peneireiro que pousava por ali, não permitiu mais aproximação.

Milhafre-real (Milvus milvus)


Pena o céu muito encoberto, mesmo assim foi bom poder fotografar tantas espécies no Alentejo.

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Grou (Grus grus)








Alguns Grous pelos céus do Alentejo, é muito bonito de se ver e ouvir.
As fotos foram realizadas numa expedição fotográfica da "Relevos".

Lebre-comum (Lepus europaeus)


Três lebres que brincavam sem grandes preocupações com quem passava.
Mourão - Alentejo

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Maçarico-bique-bique (Tringa ochropus)

á procura de alimento numa pequena charca perto de Mourão no Alentejo.

Alcaravão (Burhinus oedicnemus)

Pena estas aves não terem pousado perto do sitio onde estava, li que é difícil de fotografar, mas com um bom apoio que foi foi dado pelo Ricardo da Relevos, consegui pelo menos esta foto.

Abibe (Vanellus vanellus)

Este Abibe deve ser anti-social, o bando este de um lado e ele de outro, para minha sorte estava bem perto.

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Pega-azul (Cyanopica cyanus)



Uma pega-azul que permitiu que tirasse algumas fotos, encontrei um bando perto de Amareleja no Alentejo.

Picanço-real (Lanius meridionalis)


Fotografei esta ave no alentejo, ela apanha insecto e depois espeta-os em espinho ou arrame farpado para os armazenar.